Discurso Directo.

"O céu agora está completamente escuro, a luz do sol morreu e nem tenho a lua para o espelhar. Afinal, içar âncora deste sonho não é partir para construir outra realidade, é apenas regressar"

~Pai

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Sempre

Lembras-te daquele dia em que andámos pelo caminho de ferro sem destino?

Ainda me lembro do dia em que fomos para aquele motel rasca, em cima da praia.
Parece tudo tão estranho, mas a maneira que eu sorri ao ver-te correr pela areia molhada, ao ver a mãe e o pai a falarem e sorrirem tão felizes, faz-me sempre sentir uma pouco mais de esperança.

Tentei perceber por que me lembrava de isto, mas não consegui.

Será que estas nuvens negras nunca se dissiparão do céu, que tão brilhante e azul já foi?

Lembra-te sempre destes momentos felizes, em que não pensámos nem no passado nem no futuro, mas no presente.

Lembra-te sempre.

2 comentários: